VNEWS BA Mostra a Bahia que você não conhece!

IGREJA DIZ AO GOVERNADOR QUE NÃO É HORA PARA CARNAVAL

Bispos integrantes da Regional Nordeste 3, que é composta por líderes católicos da Bahia e de Sergipe, e faz parte da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), se reuniram nesta quinta-feira (18) com o governador Rui Costa, no CAB. No encontro, eles entregaram uma carta na qual reforçam a preocupação quanto à possível realização de grandes festas de final de ano e do Carnaval 2022.

De acordo com o documento, a preocupação se dá, principalmente, pela “forma como essas festas acontecem, através de aglomerações massivas que podem causar um possível retorno de casos de Covid-19 e consequentes óbitos”. Ainda segundo a carta, “o sofrimento de nosso povo tem sido muito grande pelo elevado número de pessoas que foram contaminadas e, principalmente, de óbitos entre jovens, adultos e idosos”.

Rui comentou sobre o encontro em suas redes sociais, agradeceu o apoio dos representantes da comunidade católica baiana e afirmou que “nenhum de nós quer voltar a enfrentar momentos tão tristes e dolorosos como os que vivemos nas fases mais agudas da pandemia. Salvar vidas continuará sendo nossa prioridade”.

A carta assinada por 23 religiosos ainda manifesta apoio às medidas sanitárias adotadas pelo Governo do Estado, com base em dados científicos e que têm como objetivo conter a disseminação do coronavírus em suas diferentes variantes.

O senador baiano Jaques Wagner também participou do encontro, no qual, além do governador, estavam Dom Josafá Menezes da Silva, arcebispo de Vitória da Conquista; Dom João Cardoso dos Santos, bispo de Bom Jesus da Lapa e presidente CNBB (Regional Bahia e Sergipe); e Dom Zanoni Demettino Castro, arcebispo de Feira de Santana. As informações são da Secom-BA.


Curta e Compartilhe.

2 thoughts on “IGREJA DIZ AO GOVERNADOR QUE NÃO É HORA PARA CARNAVAL

  1. Concordo com esses homens santos e justos. Homens que pensam nas pessoas na saúde e na vida. Acho que também não é hora de pedofilia em nome da fé, de politizar a saúde e tantas outras coisas que eles não falam. Defendo até que os tais passem a viver como humanos, pegando ônibus lotado, saindo pra labuta todo dia e produzindo algo útil ao invés de ficarem do alto de seus apartamentos de luxo, carros luxuosos segurança e conforto. A religião e a política é uma desgraça mesmo. Seus pares pousam de Santos mas são demônios.

  2. Na realidade Isso é uma falta de respeito com os familiares que perderam seus entes queridos para covid-19 uma que a pandemia nem acabou estava pensando em carnaval sabendo que a tem a nova CEPA da nova variante que é mais letal do que a própria covid-19 ao invés dele se preocupar com carnaval festas liberação desses eventos esse tinha que se preocupar com outras coisas tem muitas pessoas que não tomaram vacina e que nem vai tomar a vacina então pode haver uma nova onda do covid-19 cada um tem a sua opinião e a sua sugestão e a minha é essa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Leia Também