VNEWS BA Mostra a Bahia que você não conhece!

ACM Neto afirma que é preciso ter um equilíbrio econômico em todo estado da Bahia, não apenas na Região Metropolitana de Salvador

O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, em visita ao município de Feira de Santana na manhã deste sábado (11), destacou durante a coletiva de imprensa, que a Bahia possui um grande potencial econômico espalhado em todo o estado, mas é necessário que todos os processos, sejam mais explorados.

“Durante as nossas caminhadas que inclusive estão sendo enriquecedoras, nós conseguimos enxergar que as diferentes regiões aqui da Bahia, possuem um potencial pouco explorado e que é fantástico. É o potencial do agronegócio, da agricultura familiar, ampliação da base industrial e muitas cidades aqui do nosso estado, são polos de serviços de comércio. Então a gente vem observando que todo esse potencial econômico não vem sendo trabalhada da maneira adequada e correta, não existe um plano estratégico para impulsionar a economia aqui da Bahia”, disse.

Para ACM Neto, o estado não conseguiu avançar na economia e as consequências são os grandes números de desempregados e a pobreza que assola a região.

“Nós continuamos com estado marcado com muita pobreza, com muita desigualdade e muitas famílias hoje sofrem por ter uma renda muito pequena comparada a milhares de pessoas nesse exato momento. Precisamos ter um plano de estratégia fundamental e estimular o desenvolvimento de cada região. Por muitos anos, o olhar econômico ficou muito concentrado na região metropolitana de Salvador e nós precisamos agora, claro que sem dar prejuízos, dar continuidade com os investimentos na capital, na região metropolitana, mas nós precisamos ter uma visão mais equilibrada. Quando a gente compara a Bahia com outros estados mais desenvolvidos, a gente enxerga que nesses outros estados, os municípios do interior possuem um equilíbrio forte e é isso que precisamos oferecer aqui, uma estratégia para que a Bahia tenha um equilíbrio em todo o território”, concluiu.

ACM Neto esteve em Feira de Santana na manhã deste sábado (11), para ministrar um curso de formação política através do movimento ‘Pela Bahia’, que reúne lideranças políticas, trabalhadores e empresários em todo o estado. O curso aconteceu no Auditório da Faculdade Anísio Teixeira (FAT), onde ele também concedeu entrevista à imprensa. O encontro foi promovido pelo secretário municipal de Agricultura, Pablo Roberto.

ACM Neto, afirmou neste sábado (11), em Feira de Santana, que pretende ter palanque em todas as 417 cidades da Bahia na disputa pelo governo do estado nas eleições do próximo ano. Ao palestrar em um curso de formação política, o ex-prefeito de Salvador ressaltou que tem caminhado pelo estado e conversado com pessoas e voltou a pontuar que deve oficializar sua pré-candidatura ao Palácio de Ondina ainda em 2021.

Em entrevista à imprensa, ACM Neto destacou também que sua prioridade, na construção do projeto para o próximo ano, é preservar e fortalecer o seu atual arco de alianças e disse que não há, hoje, no governo do PT, um plano estratégico para impulsionar a economia da Bahia, salientando ainda impulsionar as potencialidades de cada região do estado.

 

Ao falar sobre a construção dos palanques em todos os municípios do estado, Neto destacou o papel do ex-prefeito de Feira Zé Ronaldo. “O meu objetivo no próximo ano é ter apoio em cada uma das 417 cidades. Então nós vamos ter palanque em cada uma das 417 cidades da Bahia, tem sido um dos grandes objetivos nossos. Zé Ronaldo está me ajudando muito nessa tarefa. Zé Ronaldo é uma pessoa que vai ter um peso muito importante no processo eleitoral do ano que vem”, disse.

Após a oficialização da pré-candidatura, ele afirmou que vai abrir diálogo com os “partidos políticos que desejem construir conosco um projeto comum no ano que vem. A montagem da chapa a decisão da chapa só ocorrerá depois que esse diálogo com os partidos avance, porque a minha candidatura se confirmando não pode ser uma coisa minha, apenas do Democratas, tem que ser uma coisa mais ampla”.

Reforçou que pode até conversar com todo mundo, mas a prioridade é de promover um entendimento político com os partidos que já estão com ele. “Nós temos um time que já é muito forte, nós temos um um arco de alianças político partidárias que já é muito forte, e a minha prioridade fundamental é preservar, cultivar e fortalecer este arco de aliança”.

Ele disse que suas caminhadas dentro do movimento “Pela Bahia” têm sido “extremamente enriquecedoras” e voltou a destacar o potencial de desenvolvimento econômico das regiões do estado. “Não existe um plano estratégico para impulsionar a economia da Bahia. Nestes últimos 15 anos de governo do PT, quando a gente para e se pergunta, a Bahia deu um salto econômico? A resposta é não. Não superou o drama do desemprego”, disse.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também