Ilhéus sediará a primeira Marcha Crespa pela Paz e Justiça contra o genocídio da juventude negra.

Depois que você terminar de ler este texto e tomar um cafezinho, um jovem negro terá sido morto no Brasil. É este o país que expõe o relatório final da CPI do Senado Federal sobre o Assassinato de Jovens.

De acordo com este relatório, todo ano, mais de vinte e três mil jovens negros de 15 a 29 anos são assassinados. São 63 por dia. Um a cada 23 minutos.

O Coletivo de Juventude Negra Baiana busca chamar a atenção da sociedade para esse assunto e influenciar o poder público local a definir políticas públicas em favor dessa população.

Segundo uma pesquisa realizada pela Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) e pelo Senado Federal, cinquenta e seis por cento da população brasileira concorda com a afirmação de que “a morte violenta de um jovem negro choca menos a sociedade do que a morte de um jovem branco”.

Esta primeira edição da Marcha Crespa pela Paz e Justiça contra o genocídio da juventude negra será no dia 20 de novembro, data de celebrações relacionadas ao dia da Consciência Negra.

“Todos os anos são assassinadas no país 30 mil pessoas, 23 mil são jovens negros, iguais a mim. A Marcha Crespa pretende mostrar que preconceitos aumentam a discriminação racial e fazem com que nós jovens negros sejamos as principais vítimas. Precisamos de políticas publicas enquanto solução a este infeliz cenário.” Afirma Vinicius Vieira membro da Coordenação da marcha.

A Concentração será na Praça da Urbis (Hernani Sá) – Às 14:00h com percurso pela Av. Lótus, Pontal, Ponte Nova, Soares Lopes, Comércio, Praça Cairu, finalizando no anexo da Prefeitura no dia 20 de novembro, sexta-feira.
Mais informações pelo whatsapp (73) 98106-7662 ou instagram @_afroafeto



2 Responses to “Ilhéus sediará a primeira Marcha Crespa pela Paz e Justiça contra o genocídio da juventude negra.”

  1. Anônimo

    De acordo com dados 95% das mortes de jovens negros tem relaçao direta com envolvimento com o trafico de drogas.O certo eh protestar contra o trafico de drogas.

  2. Ignorante

    De acordo com dados, 95% dos negros que são envolvidos com o tráfico de drogas, tbm são da extrema pobreza e falta de inclusão.
    O certo é ir pra rua contra essa família MILICIANA que usa pobres e negros para lavar dinheiro obtendo 16 imóveis na barra da Tijuca.
    Fora Bozo, acorda bolsomions seus burros.
    Antes vcs eram moralistas queriam um Brasil melhor e honesto sem corrupção.
    Agora defendem o Flavinho e a milícia, como o mundo gira heim seus otários.
    Vá pagar caro na gasolina, na comida e pedir para o Bozo tirar os direitos vá lá otário.

Comentários fechados.