cabeleireiro é esfaqueado em casa e família suspeita de crime de homofobia

O cabeleireiro Rauan Pereira dos Santos, 29 anos, foi espancado a pedradas e ainda esfaqueado, dentro da casa, no bairro Vila Ruy Barbosa, em Salvador, na madrugada

O trabalhador foi atingido por duas facadas nas costas e recebeu ainda vários golpes na cabeça. Os ossos do rosto chegaram a ser quebrados. Ele foi socorrido ao Hospital Geral do Estado (HGE), onde está internado. O boletim médico, inclusive, apontou sequelas em uma parte importante do cérebro.

A família suspeita de crime de homofobia e dois marginais participaram do crime. Eles roubaram o celular, a moto e uma quantia em dinheiro de Rauan. O caso é investigado pela 3ª Delegacia de Bonfim.

O9PL



One Response to “cabeleireiro é esfaqueado em casa e família suspeita de crime de homofobia”

  1. Sem mimimi

    Foi roubo seguido de lesão corporal grave ou homofobia?

    Homofobia seria agredir a vítima somente pela orientação sexual dela. Todavia os suspeitos estavam dentro da casa da vítima onque por si só descaracteriza a homofobia, pois um homofobico não estaria na casa da vítima.

    Tá mais para roubo ou chantagem

Comentários fechados.