Aumenta o número de pacientes com dengue atendidos no Manoel Novaes

Com as preocupações voltadas para o enfrentamento do novo coronavírus, moradores do sul da Bahia parecem ter relaxado com as ações para eliminar os criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como dengue, zica e chikungunya. Esse descuido vem provocando uma corrida pelo atendimento no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna.

Os dados mostram que em abril, por exemplo, foram registrados 18 atendimentos no Novaes. No mesmo mês de 2019, somente dois pacientes com os sintomas da doença deram entrada na unidade de saúde. No mês passado foram registrados cinco casos de dengue hemorrágica. “Sendo que a maior parte dos pacientes precisou ser internada”, afirma a diretora técnica do Hospital Manoel Novaes, Fabiane Ferreira Châvez.

A médica acredita que, por causa da tensão gerada pelo novo coronavírus, as pessoas estão se descuidando de todas as outras doenças, principalmente as que são mais comuns no público pediátrico. Ela avalia que, como mais pessoas estão ficando em casa, aumentou a produção e acumulo de lixo. Isso facilita o surgimento de criadouros de larvas do Aedes aegypti. “Parece que as pessoas não estão cuidando bem dos locais que servem para a reprodução do mosquito”, observa.



2 Responses to “Aumenta o número de pacientes com dengue atendidos no Manoel Novaes”

  1. Trabalhadores

    A Maternidade Mãe Pobre mais uma vez por falta de gestão está sem pagar a nós profissionais de saúde faz 5 meses de atraso. A gestão não faz uma reunião para dar informação de quando vão pagar. Pelo contrário, só faz ameaças e pressão. Infelizmente, a população vai sofrer sem atendimento, pq
    nós e os médicos não iremos continuar na linha de frente, com 5 meses de salários atrasados, pressão e cobranças. O sindicato já tentou ajudar mas não tem como. Em meio ao total descaso sem pagar salários e rescisões de muitos colegas, estamos com conta de energia em atraso prestes a ser cortada, falta comida na mesa, falta respeito no trabalho, falta EPI, e sofremos em todos os plantões perseguição, humilhação, ameaças e uma péssima alimentação que nem animal come. E as contaminações por Coronavírus. Estamos no aguardo da imprensa local para mostrar tudo isso e a população ver a realidade, para a justiça tomar providências. Não levem seus filhos para serem atendidos ali e nós sem EPI transmitir Coronavírus para seus filhos. Existe o Cemepi e o Manoel Novaes que podem atender seus filhos com total segurança na saúde.
    Se até a próxima segunda-feira não for pago os salários de todos, as 07 horas nenhuma gestante e nem criança será atendida, pois terá manifestação, onde ninguém vai entrar lá, com cobertura da imprensa ao vivo!!!
    Paga o povo que trabalha até com Coronavírus e as rescisões ou entrega a gestão para alguém competente!!!!

    Responder
  2. Anônimo

    Ninguém precisa se preocupar mais com outras doenças, pois a única que mata agora é o COVID-19.

    Responder

Deixar um comentário