Juiz quebra sigilo de Marquito e mais 45 em investigação sobre rachadinha na Câmara de São Paulo

O juiz do Departamento de Inquéritos Policiais (Dipo) Fabio Pando de Matos decretou a quebra de sigilo bancário do ex-vereador e animador de TV Marco Antonio Ricciardelli, o Marquito (PTB), e mais 45 pessoas no âmbito de investigação sobre rachadinha em seu gabinete à época em que ocupou cadeira na Câmara Municipal de São Paulo.

O parlamentar se notabilizou por ser o assistente de palco do ‘Programa do Ratinho’. A decisão, tomada em novembro, acolhe pedido do Ministério Público do Eestado que investiga o caso desde 2016.

A quebra de sigilo contempla o período de 12 de janeiro de 2013 a 31 de março de 2016, e alcança funcionários do gabinete de Marquito, que era suplente, e também servidores do titular do cargo, Celso Jatene (PTB).

À época, Jatene se afastou para assumir a Secretaria municipal de Esportes na gestão Fernando Haddad (PT). Ele não é alvo da investigação da Procuradoria.

O caso foi revelado pelo Estado em 2016. Além de quatro funcionários, um prestador de serviço de gabinete admitiu ter devolvido salários ao então parlamentar.



One Response to “Juiz quebra sigilo de Marquito e mais 45 em investigação sobre rachadinha na Câmara de São Paulo”

  1. Bolsonario

    Hahaha, esse eu não posso salvar!
    O Flávio é inocente, só gente da esquerda é corrupta.
    Kkkkk

Comentários fechados.