Homicidas presos em Ilhéus

George Félix Santos Barreto (Gel ou Capenga), e Murilo Araújo Bandeira (Bujão), foram presos, acusado de homicídio em Ilhéus. As prisões, em flagrante, ocorreram na avenida Ubaitaba e na rua Posto Florestal, no bairro do Malhado. O crime apurado teve como vítima fatal Ualace de Tal (Miserê ou Ligeirinho) e o sobrevivente Leandro Mendes Santos (De Menor), ocorrido na madrugada de domingo para segunda, na feira da central de abastecimento do Malhado. A Polícia Civil elucidou o crime através da oitiva de uma vítima sobrevivente e outras pessoas que presenciaram o crime. Segundo apurado, os criminosos agiram de forma traiçoeira, chegando a cumprimentar a vitima. George, ao ser interrogado, confessou que cometeu o crime porque foi alcaguetado por Leandro. Já o segundo suspeito, Murilo, acompanhado de advogado se reservou ao direito de permanecer em silêncio. O Núcleo de Homicídios comunicou a prisão e os autores serão apresentados na audiência de custódia.


3 Responses to “Homicidas presos em Ilhéus”

  1. Anônimo

    Esses caras que ficam por ali pela cracolândia do Malhado (a famosa Malvina), estão sempre se matando por conta de pouca merda; seja por uma pedra de crack, seja por uma bombinha de corote, ou as vezes por disputa pra ver quem fica com tal noia. Mas nesse caso aí a caminhada foi outra, parece que Leandro vulgo De Menor roubou a bicicleta de George vulgo “Caboclo ou Capenga” e chamou Walace vulgo” Miserê” pra fazerem jogo em pedras de crack. Foi quando Murilo vulgo “bujão” viu os dois e acionou a Capenga que deu duas facadas miseráveis em Miserê, sendo uma no pescoço e a outra na região do abdômen, que veio a óbito nas proximidades do módulo policial da central de abastecimento do Malhado. Na sequência os dois pegaram De Menor próximo a feira da laranja com uma noia e desferiu vários golpes de faca causando enumeras perfurações em variadas partes do seu corpo. O mesmo aconteceu com a sua acompanhante. Miserê pegava carrego próximo ao ponto de ônibus da empresa Rota.

  2. Morcegão

    Infelizmente a segunda vítima desse lamentável acontecimento veio a óbito na cirurgia que foi realizado no Hospital Costa do Cacau… De menor que ficava na porta do Big Meira morreu

  3. Anônimo

    Nesse dia mataram meu ir.ao do lado do módulo da policia ele era jose Augusto

Comentários fechados.