Brasil se candidata para sediar Copa do Mundo Feminina da Fifa de 2023

A Fifa comunicou na manhã desta terça-feira (19) que o Brasil é um dos nove países interessados em sediar a Copa do Mundo Feminina de 2023. Os outros candidatos a receber a competição são: Argentina, Bolívia, Colômbia, Japão, Coreias do Sul e do Norte (juntas), Austrália, Nova Zelândia e a África do Sul. Nenhum dos concorrentes recebeu o torneio até hoje. É a maior lista de interessados desde o começo da competição, em 1991.

Os países interessados em sediar a competição têm até 16 de abril para apresentar seus projetos, que serão divulgados no site da Fifa em outubro. A escolha da sede ainda não tem data definida.

A próxima edição da Copa do Mundo Feminina será realizada na França, entre os dias 7 de junho e 7 de julho. O Brasil está no Grupo C. A estreia acontece no dia 9, contra a Jamaica. Quatro dias depois, encara a Austrália e encerra a participação na primeira fase diante da Itália, em 18 de junho.