Não pagou 10 por cento ao garçom e caiu no pau

Agredido por se recusar a pagar os 10%da conta. De acordo com Heider Almeida, de 34 anos, foi isto o que aconteceu com ele na noite da última quinta-feira (12/4), após beber com amigos em um dos quiosques localizados na orla de Itapuã.

Quando retornava para casa, a pé, ele diz ter sido atingido por um golpe no rosto, golpes de ferro na cabeça, e que precisou implorar para não ser morto. A ironia é que o estabelecimento, onde o desentendimento teria começado, fica próximo à delegacia do bairro.

 

Aratu