Polícia prende morador de rua por incendiar casas de venezuelanos em Roraima

O guianense Gordon Fowler, de 42 anos, foi preso neste sábado (10) pela Polícia Civil de Roraima por suspeita de incendiar duas casas de venezuelanos em Boa Vista. Cinco pessoas ficaram feridas, entre elas uma menina de três anos. Segundo o G1, o suspeito, conhecido como ‘Jamaica’, confessou os crimes por ter raiva de venezuelanos. “Ele criou uma aversão aos venezuelanos por estarem disputando um ‘mesmo espaço’. De algum modo ele se sentiu prejudicado, disse que era maltratado na rua e que teve conflitos com outros venezuelanos. É um piromaníaco” detalhou Cristiano Camapum, titular da Delegacia Geral de Homicídios (DGH). Morador de rua, ‘Jamaica’ foi encontrado em uma casa abandonada no bairro Mecejana, zona oeste da capital, onde também estavam isqueiro, garrafas com álcool e vestígio de gasolina. Ele não tinha passagem pela polícia. Em depoimento, Gordon disse que escolheu as vítimas pela facilidade em serem alcançadas, por dormirem em locais semiabertos – sem portas ou janelas – e por pernoitarem no bairro. A polícia o autuou em flagrante por tentativa de homicídio qualificado por motivo torpe e uso de recurso que dificultou a defesa das vítimas, que dormiam no momento dos ataques. Além dos imóveis, Gordon é suspeito de um ataque semelhante em um posto de gasolina no mês passado, no qual um venezuelano ficou ferido.