Itapitanga: Justiça bloqueia mais de 2 milhões de Dernival Ferreira

A Justiça determinou liminarmente o bloqueio de bens no valor de R$ 2,3 milhões do prefeito de Itapitanga, Dernival Dias Ferreira (PSB), e de mais 36 envolvidos em desvios de recursos de Educação e Saúde.

Leia

 

A pedido do Ministério Público Federal (MPF), o valor foi determinado em ações que decorrem da Operação Vassoura de Bruxa, iniciada em 2009, nas quais os acusados respondem por irregularidades, em 2007 e 2008, no uso de verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), Salário Educação, SUS (Sistema Único de Saúde), Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae). As investigações evidenciaram, por meio de interceptações telefônicas, a fraude de licitações, o mal uso de verbas públicas com o favorecimento ilegal a grupo de empresas “de fachada” e de empresários que atuavam ilicitamente no município de Itapitanga e nas outras cidades baianas. Além dos pedidos liminares já atendidos, o MPF pediu a condenação dos envolvidos pela prática de atos de improbidade, o ressarcimento de, aproximadamente, de R$ 658 mil aos cofres públicos e ainda o pagamento de R$ 135 mil em indenização por danos morais causados à coletividade. As liminares de bloqueio de bens foram concedidas entre janeiro e junho de 2017. O prefeito Dernival Ferreira e mais 15 envolvidos são acusados de contratar ilegalmente, no ano de 2007, a empresa Fertur – Transporte Rodoviário Ltda., por meio de duas licitações fraudadas. Quanto aos recursos do Salário Educação, em 2007 e 2008 a prefeitura simulou processos licitatórios para adquirir material didático-pedagógico que seria utilizado na Secretaria de Educação. Em apenas um dos processos de pagamento a partir da licitação fraudada, a prefeitura destinou irregularmente R$ 52.705 à empresa Maria Helena Lima Sena Santos por serviços não prestados. As ações, ajuizadas em outubro de 2016 pelo procurador da República Tiago Rabelo, são de atuação conjunta do MPF, da Polícia Federal e da Controladoria Geral da União.



7 Responses to “Itapitanga: Justiça bloqueia mais de 2 milhões de Dernival Ferreira”

  1. Lucas

    Olha…a Fertur aí gente!!!!!

  2. Anônimo

    Sem falar nós funcionários que estão 4 meses sem receber

  3. vixe

    nossa que coisa em

  4. Anonimo

    Que vergonha em…Eu quero ver o povo gritar 40 neles meu povo
    Kkkkk…

    • João Santos

      Belo trabalho feito na prefeitura de itapitanga, porque para combater os ratos que roubam os cofres públicos, só a Justiça. Pedimos que faça o mesmo aqui em Coaraci-Ba, os salários dos professores estão atrasados. Pedimos fiscalização a começar fiscalizando a conta da Sra. Deyse, secretária da assistência Social e esposa do estão Prefeito Jadson Albano.

      Faça também, uma auditoria nas contas do Secretário de Administração e planejamento o Sr. Thiago, que é primo da esposa do prefeito, assim também, nas contas dos seus familiares porque todos estão empregado na Prefeitura de Coaraci-Ba, a começar pelo seu pai – cacury – sua esposa renata pimenta – sua mão katia nubia – sua sogra Leme pimenta – seus tios – francolino e nem. Não esqueça de fiscalizar também, a conta de Rosangela e Liziane, diretora do hospital e do cespe e primas da secretária da assistência social. Fiscalize também a conta da Sra. Si Dantas Secretária do Prefeito, porque ela está utilizando dinheiro – cestas básicas e gasolina do Município de Coaraci para fomentar os seus eleitores da Cidade de Itajuipe-Ba. Não deixe de olhar a conta do Sr. Cosme, pai da primeira Dama.

  5. Lourival Junior

    Meus companheiros e minhas companheiras, basta tão somente a comunidade se reunir em um grupo, ir até o ministério público e fazer uma denúncia com todas essas provas que estamos vivendo, é o secretário Thiago Gonçalves batendo as portas da prefeitura na cara do sindicato dos guardas, é muito importante lembrar que o ministério público vai ouvir todos os ex funcionários comissionados e vai descobri também que o prefeito retirava o dinheiro dos comissionados e não repassava pra o INSS, sem contar que nenhum dos comissionados tiveram sua carteira assinada, o governo do senhor Jadson estava indo mais ou menos quando tinha o grupo de seu pai ao seu lado, agora a prefeitura tá cheia de ratos, que tiram da saúde, tiram dos transportes, tiram dos serviços contratados como por exemplo, vocês sabiam que a empresa Tower Tec recebe por mês 18 mil reais da prefeitura??? Será que esse dinheiro todo está indo pra conta de Pattiego???? Promotores entrem em ação, ministério público vamos agir, quando eu avisava nos palanques que esse grupo viria pra roubar vocês debochavam de mim, eu venho lutando junto con o deputado Davidson Magalhães entrar por aqui por Brasília mãos é preciso quw vocês se unam e denuciem, vão também na conta do senhor Marcus Fagundes viu não esqueçam que ele é o secretário de saúde que nunca fez nem um curso técnico de enfermagem, fica aqui meu desabavo Lourival De Araújo Junior.

Comentários fechados.