Popó encerra sua carreira no box neste sábado em Belém do Pará

O pugilista baiano Acelino Popó encerra sua carreira no boxe neste sábado na Arena Olímpica Guilherme Paraense em Belém do Pará enfrentando o mexicano Gabriel “El Rey” Martinez, de 30 anos, que soma 29 vitórias (sendo 16 nocautes), 10 derrotas e um empate. No entanto, o adversário de Popó não vive um bom momento. Nos 11 últimos combates, o pugilista da cidade de Empalme saiu derrotado nove vezes. Já Popó fez seu último combate em 2015 quando enfrentou ao argentino Mateo Veron, no qual o baiano venceu por nocaute no terceiro round.

Como profissional, Popó fez sua primeira luta no dia 14 de julho de 1995, vencendo o adversário por nocaute aos 34 segundos do primeiro round. Em sua sexta luta, Popó foi campeão do Mundo Hispano pela WBC (Conselho Mundial de Boxe), e ainda conquistou o título latino da IBF (Federação Internacional de Boxe).

A escolha de Belém para receber o evento, segundo o próprio lutador, se deu por vários motivos. Entre eles o fato de ser a terra natal de seu treinador, Ulisses Pereira, mas, acima de tudo pelo amor do paraense ao esporte que faz de Belém uma das principais capitais para o desenvolvimento do Boxe.
“Belém é uma cidade quem tem muitos lutadores de boxe, os paraenses são apaixonados pelo esporte. Eu queria realizar essa luta em um lugar onde eu me sentisse confortável, abraçado, como se fosse um morador da cidade, e aqui é o lugar”, comentou. Ele comenta também que o paraense é muito parecido com os baianos por causa do carinho e pela forma de receber quem vem de fora. “Depois da minha terra, Belém foi a primeira cidade a me acolher e onde eu me sinto muito bem”, disse.



Deixar um comentário